Talíria Petrone diz que mudanças climáticas "afetam mais mulheres, negros e pobres": "Racismo ambiental"

A deputada federal pelo Rio de Janeiro, Talíria Petrone (PSOL), chamou a atenção dos internautas, neste sábado (19), ao afirmar que as "mudanças climáticas afetam mais mulheres, negros e o mais pobres".

A psolista comentava a tragédia que assola a cidade de Petrópolis, interior do Rio, quando escreveu:

- Os mais atingidos são negros, mulheres e os mais pobres - divagou a parlamentar, acrescentando:
- Isso é racismo ambiental - informou.

A declaração da socialista foi, imediatamente, rechaçada nas redes sociais pelos próprios seguidores que a chamavam de "sobrinha da Dilma (ex-presidente)", enquanto outros reclamavam:

- E saber que é professora... A que ponto chegamos", escreveu, irritada, uma seguidora.

Outro internauta ainda debochou:

- (...) Tem que pensar bem antes de sair falando merda -

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários