Atenção, meninas!! O "Golpista do Tinder" está solto e mais ativo do que nunca!!

Se você mora no planeta Terra, já deve ter visto o documentário da Netflix que está colocando as mulheres e seus relacionamentos pela internet em polvorosa. Isso porque o streaming resolveu fazer um filme para contar a história do israelense que - acreditem!! - arrancou nada menos que US$ 42 milhões de mulheres ao redor do mundo.

Simon Leviev nasceu Shimon Yehuda Hayut e o "Dom Juan da internet" tem apenas 32 anos de "extermínio dos sentimentos alheios". Isso porque o vigarista se apropria daquilo que as mulheres mais têm medo de entregar: o coração. Mas, é justamente olhando para a carência delas que ele consegue tirar mais do que elas podem oferecer: ele, literalmente, é capaz de fazê-las entregar todo o dinheiro da conta e até vender o que não têm para para ficar com ele.

Não que elas também sejam bestas. Mas, é que Simon se apresenta como um cara bilionário e faz isso muito bem. Para impressionar as damas, ele, inclusive, aluga jatinhos, iates luxuosos, se hospeda nos hotéis mais caros do mundo, paga até as primeiras viagens, dá presentes e muita, muita atenção. Mas, não se enganem, meninas: isso é só fachada para os pedidos de dinheiro que vêm em seguida. O moço precisa, antes, "preparar o terreno" e fazer as namoradas acreditarem que emprestar milhões de dólares para ele está tudo bem porque Simon é rico e tem como pagar.

A farsa e a farra do "bilionário" terminaram, quando uma ex-namorada decidiu denunciá-lo e acabou conhecendo outras duas "amadas" que estavam passando pela mesma situação. As mulheres, juntas, movimentaram uma ação de jornalistas e policiais em vários países do mundo e, por fim, pegaram o "estelionatário de corações".

O isralense foi condenado a apenas 15 meses de prisão. Cumpriu apenas 5 e está "livre, leve e solto". Pronto pra mais um golpe. E o pior: nunca devolveu um tostão!

Com a repercussão do filme, felizmente, foi banido de várias redes sociais, entre elas: o Tinder, claro, Instagram e Facebook. Mas, o rostinho belo está em todas as plataformas, lembrando as mulheres que morre um Simon e nasce outro.

Não se esqueçam, meninas: todo o cuidado é pouco.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários