Putin aceita independência de territórios da Ucrânia e Trump elogia: "Genial"

O presidente da Rússia, Vladmir Putin, fez o inesperado por outras nações, nesta segunda-feira (21): ele reconheceu a independência de dois territórios da Ucrânia: Lugansk e Donetsk, pondo fim ao conflito com o Estado vizinho.

Em pronunciamento, Putin disse que reconhecia, oficialmente, a independência das regiões e que trabalharia "para manutenção da paz". Ele manteve, no entanto, as tropas nos locais e alegou ser primoridal para o governo russo manter os cidadãos do país em segurança naquelas áreas.

O ex-presidente dos EUA, Donald Trump, elogiou a postura do colega e disse que a atitude imprevisível dele foi "genial".

- Temos um homem que é muito preparado. Eu o conheço muito bem. Muito, muito bem. Putin diz agora: ‘é independente’ uma grande parte da Ucrânia. Eu disse: ‘Quão inteligente é isso?’ E ele vai entrar como pacificador - comemorou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários