Dentro e fora do ringue: Ex-campeão mundial de boxe promete lutar contra ataques russos à Ucrânia

Diante da tensa situação da Ucrânia, o ex-campeão de boxe e atual prefeito de Kiev, Vitali Klitschko, se posicionou a respeito. Ele afirmou que a luta contra os ataques russos é o único caminho a ser tomado.

- Eu acredito na Ucrânia. Eu acredito no meu país e acredito no meu povo. Eu não tenho outra escolha: eu vou lutar. Tenha certeza: a Ucrânia é forte. Ela tem uma capital forte, Kiev, cidades e vilarejos fortes, e um povo forte e unido, que valoriza acima de tudo sua independência, soberania e a paz na Europa. Seu desejo de existir é infinito. Glória à Ucrânia - afirmou Vitali, durante entrevista ao "Good Morning Britain".

O irmão mais novo do ex-atleta, Wladimir Klitschko, também ex-campeão de peso pesado, também divulgou uma carta aberta na qual expôs seu posicionamento. Ele acredita que Vladimir Putin está cometendo um grande erro ao atacar a Ucrânia.

- Ele deixa claro que quer destruir o Estado ucraniano e a soberania de seu povo. As palavras são seguidas por mísseis e tanques. Essa loucura tem que acabar agora! - argumentou.
- Putin quer pôr em causa o equilíbrio geopolítico em toda a Europa, sonha em ser o defensor dos povos eslavos onde quer que estejam e quer restaurar um império caído cujo fim nunca aceitou - acrescentou.

É o amor pela minha cidade, minha casa, minha família, minha filha, que me trouxe hoje aqui. Por isso, tomei essa iniciativa e hoje estou participando da defesa territorial - concluiu.

Faz pouco tempo que Wladimir, inclusive, se alistou para o Exército da Ucrânia, a fim de lutar pelo seu país fora dos ringues de boxe.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários