Rússia diminui ofensiva contra Ucrânia

As Forças Armadas ucranianas divulgaram um boletim, nesta segunda-feira (28), informando que a Rússia tem diminuído o ritmo de invasão ao país.

- Os invasores russos diminuíram o ritmo da ofensiva, mas ainda estão tentando aproveitar o sucesso em certas áreas na operação ofensiva contra a Ucrânia - explicou o Estado-Maior em perfil oficial do Facebook.

Essa pausa no ataque não significa dizer que o presidente Vladmir Putin desistiu de tomar posse do território inimigo. É apenas um intervalo antes das negociações de cessar-fogo com a Ucrânia; já que Volodymyr Zelensky aceitou conversar "sem pré-condições" com o russo.

A Rússia, embora tenha proposto a conversa, tem sido cirúrgica no ataque. Durante a madrugada, o kremlin atacou aeródromos, sistemas de defesa aérea, infraestruturas, sistemas de comando e outras unidades militares na região de Donbas; onde o kremlin alega ter uma "operação especial".

A Ucrânia, por sua vez, afirma que Putin atinge, propositadamente, áreas civis como Kiev e Kharkiv, mas que o "inimigo está desmoralizado".

- O inimigo está desmoralizado e sofre muitas perdas. Observamos casos frequentes de deserção e desobediência. O inimigo percebeu que a propaganda e a realidade são diferentes - esclare o Estado-Maior.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários