Rússia fecha espaço aéreo para 36 países. Brasil não está entre os penalizados

O presidente Vladmir Putin determinou o fechamento do espaço aéreo da Rússia para 36 países, incluindo todos os 27 que fazem parte da União Europeia.

A decisão de Putin veio após várias nações se manifestarem a favor da Ucrânia no conflito e algumas delas imporem medidas punitivas ao kremlin, inclusive, proibindo o comércio de produtos russos.

Agora, as companhias aéreas de Albânia, Anguilla, Áustria, Bélgica, Bulgária, Ilhas Virgens Britânicas, Alemanha, Gibraltar, Hungria, Grécia, Dinamarca, Canadá, Croácia, Chipre, República Tcheca, Estônia, Finlândia, França, Jersey, Irlanda, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Noruega, Polônia, Portugal, Romênia, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Suécia e Reino Unido estão proibidas de sobrevoar a Rússia; a não ser em "circunstâncias excepcionais".

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários