Para evitar ataques a civis, Google desativa ferramentas do Maps na Ucrânia

O Google desativou ferramentas do Google Maps na Ucrânia, neste domingo (27).

A plataforma disse que tomou esta decisão depois de consultar autoridades do país. O objetivo é evitar que a Rússia utilize os dados ao vivo para atacar locais onde estejam civis.

Em resposta, o presidente da Rússia, Vladmir Putin, resolveu limitar o acesso do Twitter, Facebook e YouTube no país mais extenso do planeta. As plataformas revidaram e desmonetizaram os canais estatais nas redes e proibiram o kremlin de veicular anúncios na web.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários