Estados Unidos fecham espaço aéreo à Rússia

Dias depois da Rússia fechar o espaço aéreo para 36 países, incluindo todos os 26 da União Europeia, foi a vez dos Estados Unidos, em represália, fazer o mesmo e impedir que aviões russos trafeguem no local.

Quem deu a informação foi o próprio presidente americano, Joe Biden, nesta terça-feira (2).

A União Europeia também já tinha tomado a mesma medida, assim como outros países que se sentiram prejudicados pela atitude de Vladmir Putin.

O governo canadense anunciou também sanções e decidiu fechar os portos aos navios russos.

A guerra entre Rússia e Ucrânia já dura uma semana e o conflito ultrapassou a esfera geopolítica e, agora, afeta a economia dos países envolvidos e de outros que também

são afetados.

A Bolsa de Valores de Moscou permaneceu fechada pelo terceiro dia consecutivo e o maior banco russo, o Sberbank, anunciou que vai abandonar o mercado europeu porque foi muito atingido pelas sanções praticadas pela UE.

O rublo, moeda russa, registrou queda abrupta.

Apesar de continuar invadindo a Ucrânia, os dois países já tiveram uma primeira reunião de cessar-fogo na Bielorússia. Porém, ainda não chegaram em acordo.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários