Boris Johnson pede que Bolsonaro interceda junto a Putin pelo cessar-fogo na Ucrânia

O primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, ligou para o presidente Jair Bolsonaro (PL), nesta quinta-feira (3), e pediu que ele também interceda junto ao presidente da Rússia, Vladmir Putin, para cessar fogo contra a Ucrânia.

Johnson lembrou a Bolsonaro que o Brasil foi aliado na Segunda Guerra Mundial e que a opinião do presidente brasileiro era muito importante nesse momento; já que ele tem bom relacionamento com o russo.

Bolsonaro concordou com Boris Johnson e reafirmou que a estabilidade global é necessária para a segurança e o comércio internacional.

Putin e o presidente brasileiro têm relação amistosa há anos. O russo, inclusive, já destacou as qualidades de Bolsonaro no combate à pandemia da Covid-19, em novembro de 2020. E, em fevereiro deste ano, quando o presidente brasileiro visitou a Rússia, o kremlin voltou a declarar que "o diálogo com o Brasil é construtivo e que o país é o sócio principal na América Latina".

- O senhor expressou as melhores qualidades masculinas e de determinação. O senhor foi buscar a solução de todas as questões, antes de tudo na base dos interesses do seu povo, seu País, deixando para depois as soluções ligadas ao problemas de sua saúde pessoal. Isso é para todos nós um exemplo de relacionamento corajoso com o cumprimento de seu dever e a execução de suas obrigações na qualidade de chefe de Estado - afirmou Putin, na época.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários