Panorama geral do mundo atual: Rússia bombardeando, sem dó, a Ucrânia

Putin, cada vez mais, decidido a movimentar o tabuleiro de War, conhecido como mundo, segue com os dados na mão.

A maior usina nuclear da Europa está em chamas, após ser atingida pelo bombardeio russo. Caso exploda, o acidente será 10 vezes maior que o de Chernobyl.

Você tem noção do que isto representa?

Enquanto isto, João Bidê faz um discurso preocupado em liberar o aborto, seguir a cartilha progressista com relação a trans, pronomes neutros, etc, e ainda confunde ucranianos com iranianos. A vice dele, dando continuidade ao show, se pronuncia com a eloquência de uma professora de primário, explicando que a Ucrânia é um país da Europa, assim como a Rússia, que por ser maior não deveria atacar a Ucrânia. Sim, senhores, foi exatamente neste tom.

Por aqui, a ex-presidente Dilma, que confundiu Ucrânia com Espanha, insiste em chamar Rússia de União Soviética e no mais profundo Dilmês tentou explicar a origem da OTAN, rendendo ótimas gargalhadas, "as usual", para sua enorme plateia.

Macron, nitidamente apavorado, tentou um papo de "amigo" com Putin, mas obviamente sem nenhum sucesso.

Boris Johnson, mais ligeiro, percebeu que a coisa está complicada e resolveu apelar para Bolsonaro. Sim, não é piada, os "líderes" do primeiro mundo pediram ajuda do presidente do Brasil para tentar equacionar esta complexa questão.

Enfim, como explicar isto para seu filho? É fácil!

Um russo com síndrome de Napoleão decidiu dominar o mundo, mas como os Vingadores estão de férias e Batman está divulgando seu mais novo filme, tiveram de apelar para os chefes das nações mais poderosas, porém o "seleto" grupo formado por Didi, Dedé, Mussum e Zacharias não intimidou o Thanos russo, então decidiram convocar o Sargento Pincel, para ver se ele põe ordem na casa, taokey?

Aguardem os próximos capítulos desta novela, que pode ser a última de suas preciosas vidas.

Oremos, pois diferente do "Mamãe Falei", que tem mais talento para a comédia do que o presidente da Ucrânia, é só o que realmente podemos fazer.

Texto: Maurício Nunes (Extraído do Facebook "A Toca do Lobo")

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários