Após 13 dias de ataques russos, Zelensky perde interesse em entrar na OTAN

Temendo o que Vladmir Putin possa fazer contra os civis, Volodymyr Zelensky, presidente da Ucrânia, desabafou, nesta segunda-feira (7), que não tem mais tanto interesse em incluir o país na OTAN.

- Em relação à Otan, me acalmei em relação a essa questão há muito tempo; depois que nós entendemos que a Otan não está preparada para aceitar a Ucrânia. A Aliança tem medo de coisas controversas e confrontos com a Rússia. Eu nunca quis ser um país que implora algo de joelhos. E não seremos esse país. E eu não quero ser esse presidente - explicou o recuo.

A OTAN, recentemente, não permitiu que a Ucrânia fechasse o espaço aéreo para a Rússia e, dessa forma, o kremlin continua atacando a população de cima para baixo. O que deixou o governo de Zelensky desprotegido e frustrado.

Putin fez uma série de exigências a Zelensky e já avisou que, caso não sejam atendidas, ele continuará atacando o país. Esse conflito já é o maior da Europa depois da Segudna Guerra Mundial.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários