Depois de sofrer parada cardíaca, Eriksen vai usar desfibrilador

Aparelho evitará que jogador sofra outro mal súbito

O dinamarquês Christian Eriksen usará um cardioversor desfibrilador implantável (CDI) após desmaiar em campo por causa de uma parada cardíaca que sofreu durante a partida de estreia de seu time na Eurocopa (contra a Finlândia), disse o médico da seleção da Dinamarca nesta quinta-feira (17).

Eriksen foi salvo por uma ressuscitação cardiopulmonar realizada em pleno gramado, e seu coração voltou a bater graças a um desfibrilador antes de ele ser levado ao hospital, onde está se recuperando.

O jogador receberá um CDI, um aparelho eletrônico pequeno que é uma espécie de marcapasso que pode evitar paradas cardíacas fatais disparando uma carga que restaura o ritmo cardíaco normal.

- Após Christian passar por vários exames cardíacos, foi decidido que ele deveria receber um CDI - declarou o doutor Morten Boesen em um comunicado.
- Este aparelho é necessário após um ataque cardíaco por causa de perturbações rítmicas - afirmou.
- Christian aceitou a solução, e além disso o plano foi confirmado por especialistas nacionais e internacionais que recomendaram todos o mesmo tratamento - acrescentou Boesen.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários