MBL doou R$ 211 mil para entidade de empresário fundador do PT no Paraná

O Movimento Brasil Livre (MBL), dos ícones Arthur do Val e Kim Kataguiri, quem diria, depositou a maior parte das doações humanitáris que recebeu para ajudar a Ucrânia na conta de uma entidade que está sendo presidida por um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores, o PT.

O MBL arrecadou R$ 275.366,20 em doações. Deste total, R$ 23.536,62 ficam retidos como impostos, R$ 11.440,00 Renan dos Santos (coordenador do Movimento) e Arthur do Val ("Mamãe Falei") gastaram com combustível no Leste Europeu e o restante, porém, R$ 211 mil, eles depositaram para a "Representação Central Ucraniano Brasileira", que é gerida pelo empresário Vitorio Sorotiuk, um dos fundadores do PT no Paraná.

Essa movimentação do MBL foi considerada muito estranha por autoridades, adversários políticos e internautas; visto que o grupo de rapazes ficou conhecido por se opor à corrupção envolvendo os governos do PT no Brasil.

Eis o motivo pelo qual Renan foi tão grosseiro nas redes sociais, quando a deputada estadual Janaína Paschoal pediu prestação de contas da verba.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários