"Não tem esse negócio de ensinar ‘você nasceu homem, pode ser mulher", dispara Ministro da Educação

O Ministro da Educação, Milton Ribeiro, soltou o verbo contra a ideologia de gênero no Brasil e disse que a gestão dele não vai permitir que professores ensinem em sala de aula que uma criança nascida homem pode se tornar mulher.

A declaração do professor foi dada nesta terça-feira (8), durante evento da pasta.

- Nós não vamos permitir que a educação brasileira vá por um caminho de tentar ensinar coisa errada para as crianças. Coisa errada se aprende na rua. Dentro da escola, a gente aprende o que é bom, o correto, o civismo, o patriotismo
- Nós não vamos permitir que o professor chegue na sala de crianças de 6 a 10 anos e diga que ‘se ele nasceu homem, se quiser ser mulher, pode ser mulher.

E acrescentou que, embora não concorde com a prática homossexual, vai respeitar que tem essa opção.

- Uma coisa é respeitar, agora incentivar é um outro passo. (…) Isso eu falo publicamente mesmo. Por isso que meu processo já está lá no STF. Eu não tenho vergonha - contou, informando que foi processado em 2020 por ter comentado que famílias "desajustadas" são, geralmente, relacionadas à prática homossexual.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

 

Mostrar comentários