Justiça manda soltar denunciado por Gabriel Monteiro

Menos de 24 horas após a prisão, a Justiça do Rio de Janeiro mandou soltar Jailson dos Santos Salazar. O empresário, que é dono da JS Salazar, foi denunciado pelo vereador Gabriel Monteiro, na quarta-feira (9), por tentativa de suborno.

Salazar administra pátios e reboques de carros no Rio de Janeiro e participava de uma reunião na casa do vereador, regada a álcool, e teria confidenciado, na ocasião, aos presentes, que participa de esquemas criminosos para obter vantagens indevidas.

A defesa do acusado alegou que o flagrante foi "preparado" e a Justiça entendeu da mesma forma, liberando o empresário, em seguida. O Ministério Público pediu que Salazar continuasse preso, mas o juiz Rafael de Almeida Rezende justificou que Salazar "não coloca em risco a ordem pública, conveniência da instrução criminal ou a aplicação da lei penal".

- A reunião entre os envolvidos ocorreu na residência de Gabriel Monteiro, regada a bebidas alcoólicas, devendo ser destacado que o custodiado foi instigado a se manifestar sobre fatos criminosos em que estaria envolvido, o que culminou com o suposto oferecimento de vantagem indevida - finalizou o magistrado.

Gabriel Monteiro vinha fazendo uma série de denúncias a respeito de empresas que trabalham com reboque em contratos fechados com a prefeitura do Rio. A JS Salazar foi flagrada nas vistorias com diversas irregularides, inclsuive, os veículos rebocados tinham peças faltando.

Insatisfeito com a rescisão do trabalho junto ao município, Salazar foi à casa do vereador com outros dois militares e 

ofereceu pagar ao parlamentar uma "mensalidade" de R$ 200 mil pelo silêncio dele. Monteiro gravou a ação e deu voz de prisão.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários