Antes "neutra", China declara apoio, publicamente, à Rússia

Antes "neutra", China declara apoio, publicamente, à Rússia O Governo de Xi Jinping resolveu se manifestar a favor da Rússia, nesta semana, sobre o conflito com a Ucrânia, que já dura mais de 15 dias. Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações O Governo de Xi Jinping resolveu se manifestar a favor da Rússia, nesta semana, sobre o conflito com a Ucrânia, que já dura mais de 15 dias.

Zhao Lijian, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, disse, na terça-feira (8), que o governo chinês acreditou nas alegações do presidente russo Vladmir Putin de que os Estados Unidos estariam produzindo supostas armas biológicas na Ucrânia e resolveu ficar a favor da Rússia na disputa.

- De acordo com dados dos EUA, existem 26 laboratórios na Ucrânia. No total, os EUA têm 336 laboratórios em 30 países diferentes sob seu controle - alegou Lijian, omitindo que vários médicos chineses denunciaram o país asiático; afirmando que o Governo de Xi Jinping fabricou o coronavírus em laboratório da cidade de Wuhan.

Embora a Organização das Nações Unidas (ONU) tenha desmentido a informação do kremlin, na sexta-feira (11), garantindo que Putin divulga Fake News para obter apoio de nações importantes, Pequim seguiu claramente engajada numa ofensiva conjunta com Moscou, no futuro.  

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários