Governo Bolsonaro prepara pacote para injetar R$ 165 bi na economia

O presidente Jair Bolsonaro (PL) pretende injetar na economia brasileira nada menos que R$ 165 bilhões até o final deste ano. O anúncio será feito nesta quinta-feira (17) e o Ministério do Trabalho, sob o comando de Onyx Lorenzoni, vai liberar recursos do FGTS, antecipação do 13º para aposentados e pensionistas do INSS, ampliação de empréstiomos cosignados e a criação de um microcrédito digital.

Esta é a segunda vez que o Governo Federal libera o FGTS retido para saque. A primeira foi realizada em 2020, no ápice da crise em virtude das medidas restritivas tomadas por governadores e prefeitos durante a pandemia da Covid-19. Desta vez, a União vai disponibilizar R$ 30 bi para trabalhadores com valores até R$ 1 mil por pessoa.

- Há várias iniciativas que podemos ter até o fim do ano, que devem ajudar a economia a crescer. Podemos mobilizar recursos do FGTS também, porque são fundos privados. São pessoas que têm recursos lá e estão passando dificuldade. Às vezes, o cara está devendo dinheiro no banco e está credor no fundo, no FGTS. Por que ele não pode sacar essa conta e liquidar a dívida dele do outro lado? - explicou o Ministro Paulo Guedes, que coordena as ações.

Outros R$ 55 bi seriam destinados para o pagamento antecipado do 13º e o restante para aliberação de micrcréditos.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários