Presidente do Chile, que acabou com as Forças Armadas do país, declara apoio a Lula

O esquerdista Gabriel Boric declarou, publicamente, apoio ao ex-presidente e ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva (PT), nestasegunda-feira (14), durante coleiva de imprensa.

Além de desejar que o petista ganhe as eleições, o ex-líder de estudantil ainda elogiou Dilma, o presidente do PSL e o MST.

- Claro! Desejamos muito sucesso a Lula. Para que vamos esconder? Tomara que tenha um ótimo resultado nas próximas eleições - disparou.
- Ele (Lula) foi meu convidado para a posse, mas decidiu não vir justamente por diferenças diplomáticas, para não gerar um incidente diplomático. (...) Mas, claro que vamos respeitar o que decidir o povo brasileiro. Mas, fica nítido onde está o nosso coração - completou.

Sobre o que acha do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro (PL), Boric, comentou:

- (...) Somos radicalmente distintos com relação ao presidente Bolsonaro e sua ideologia. Isso não tem sentido esconder, nem por diplomacia. Isso não significa que tenhamos que cortar relações com o Brasil. Significa que não temos semelhanças e que temos uma forma muito diferente de ver o mundo e de fazer política, em matéria de respeito às diversidades, em matéria de consciência sobre a crise climática, em matéria de respeito aos direitos humanos, por exemplo. Mas o povo brasileiro o elegeu e nós respeitamos o povo brasileiro - alegou o "hermano", seguindo a mesma linha do presidente do Peru, Pedro castillo, que afirmava não ter conversa com o chefe do Planalto, mas, recentemente, fechou parcerias comerciais com ele e, assim, selaram a paz entre os dois países.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários