VÍDEO: Lula processa padre que viralizou ao chamá-lo de "maior ladrão do mundo"

O ex-presidente e ex-presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), condenado pela Justiça brasileira a mais de 9 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, abriu um processo contra o padre Edison Geraldo Bovo, por calúnia, injúria e difamação.

O petista quer que o pároco da igreja de São Roque, no interior de São Paulo, apresente provas contra de que ele é "o maior ladrão que o mundo já viu".

O desabafo do religioso foi comentado durante a celebraçãod e uma missa e muito divulgado nas redes sociais e na imprensa.

Na época, Bovo disparou:

- O maior ladrão que o mundo já viu, o senhor Luiz Inácio Lula da Silva. Coitada da família dele, dos pais, da mãe que tem vergonha disso. Onde você pesquisar no mundo, é o pior - criticou.

Durante os 16 anos em que o PT esteve no poder, a estatal Petrobras quase quebrou devido aos cerca de R$ 43 bilhões desviados. Além disso, as gestões petistas encaminhavam dinheiro para ditaduras e repassavam recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento, o BNDES, para construir obras bilionárias em países cujos presidentes eram esquerdistas.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários