VÍDEO: Bolsonaro desmente Moraes e diz que PF não pediu bloqueio do Telegram

O presidente Jair Bolsoanro (PL) se pronunciou, ainda nesta sexta-feira (18), sobre o bloqueio do Telegram imposto pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Bolsonaro foi direto ao ponto e, em conversa com o jornalista Augusto Nunes, da Jovem Pan, desmentiu Moraes e disse que a Polícia Federal não pediu bloqueio do aplicativo de mensagens no Brasil.

Em sua decisão, Moraes alegou que o órgão havia pedido o bloqueio da plataforma em virtude do Telegram não colaborara com autoridades, quando solicitado, em diversos paísses do mundo. O ministro disse também que o aplicativo do russo Pavel Durov não exclui perfis que a Justiça ordena e que, por isso, seria "terreno fértil" para a disseminação de Fake News.

O presidente Jair Bolsonaro tinha um canal no Telegram com mais de 1 milhão de pessoas inscritas, enquanto Lula (PT), seu principal adversário na disputa pelo Planalto, pouco mais de 40 mil.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários