Bloqueio ao Telegram acaba sistema de monitoramento de chuvas da Defesa Civil no Brasil

A decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, acabou tendo repercussões que ele não previu. Em virtude da determinação monocrática do magistrado até o sistema de monitoramento de chuvas que a Defesa Civil mantinha no aplicativo para todo o Brasil será desativado.

O Secretário de Mudanças Climáticas da Prefeitura de São paulo, Antonio Fernando Pinheiro, ficou surpreso com a atitude de Moraes e disse que, infelizmente, todo o monitoramento de chuvas será inviabilizado no país.

- É preciso recorrer dessa decisão! Rever isso - alertou, preocupado, Pinheiro.

O Telegram, assim como outros órgãos de socorro à população, é utilizado como principal instrumento de mobilização. Pois, a plataforma de Pavel Durov permite que os grupos tenham número de integrantes ilimitado. Já o WhatsApp permite o engajamento de apenas 256 por vez.

Como Moraes não pretende reverter a situação sem antes o aplicativo de mensagens seguir algumas exigências e pagar muitas multas, a Defesa Civil continuará sem esse apoio por tempo indeterminado.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários