Em comparação desproporcional, Calheiros afirma que Bolsonaro e Lira são como Suzane von Richthofen

O senador de oposição, Renan Calheiros (MDB-AL), ex-integrante da CPI da Covid-19, escreveu em suas redes sociais, na sexta-feira (18), que o presidente Jair Bolsonaro (PL) e Arthur Lira (PP-AL), atual presidente da Câmara dos Deputados, eram comparáveis a Suzane von Richthofen, que matou os pais em outubro de 2002.

Segundo o parlamentar, o motivo seria a "impaciência" de Bolsonaro e Lira em tentar colocar em prática medidas que diminuam os preços dos combustíveis para o consumidor brasileiro. Na visão do congressista, os dois deveriam aguardar mais tempo ou então, seriam comparados à moça.

- Bolsonaro e Lira inflamados com o preço dos combustíveis é o mesmo que Suzanne Richthofen reclamar da orfandade - disse Calheiros, tentando fazer uma alusão meio sem sentido.

A declaração de Renan Calheiros veio na mesma semana em que o Ministro do Desenvolviemnto Regional, Rogério Marinho, desmentiu o filho dele, Renan Filho (MDB-AL), que é governador do Estado, por dizer que a gestão de Jair Bolsonaro não investia propositadamente em Alagoas.

Marinho publicou vídeo nas redes sociais informando que o Governo Federal investiu R$ 270 milhões para que cidades inteiras tivessem acesso à água e acabasse o monopólio dos carros-pipa na região. A última etapa da obra foi paralisada, no entanto, porque Renan Filho gostaria de usar uma licitação de 2010 que o Tribunal da Contas já havia identificado como acima do preço e fraudulenta. Desde então, o emedebista alega que Bolsonaro parou a cosntrução por conta própria. 

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários