Canal de Bolsonaro no Telegram cresce após decisão de Moraes

O canal do presidente Jair Bolsonaro (PL) continua crescendo no Telegram, apesar e por conta da decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes.

Bolsonaro já é o líder mundial com mais seguidores no aplicativo de mensagens. Na sexta-feira (18), data em que Moraes determinou a suspensão da plataforma no Brasil, o presidente contava com 1.085 milhão de seguidores. Depois da decisão, ele aumentou para 1.144 milhão de usuários. Contagem feita até este domingo (20).

A plataforma do russo Pavel Durov vinha sendo alvo de críticas do Judiciário brasileiro e de políticos adversários ao atual chefe do Planalto. É que, como Bolsonaro tem o maior número de seguidores e o aplicativo não impõe limite na quantidade de usuários em cada grupo, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), achou que o presidente tinha vantagem desequilibrada contra candidatos no pleito deste ano.

Ao que parece, ser preferido nas redes sociais é motivo para ser punido no Brasil.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários