“Brevemente, ele estará, no mínimo, atrás das grades”, diz Bolsonaro sobre a caçada ao "psicopata" do DF

O presidente Jair Bolsonaro se manifestou sobre a fuga do serial killer Lázaro Barbosa, no Distrito Federal. O chefe do Planalto utilizou as redes sociais para publicar um vídeo, neste sábado (19), mandando um recado para os policiais envolvidos há 12 dias nas buscas pelo foragido. O “psicopata” do DF é procurado por uma série de assassinatos, estupros e roubos cometidos no centro-oeste.

Em uma mensagem curta, Bolsonaro disse que o criminoso “leva terror” à região.

- Sabemos que este bandido tem uma certa prática de andar na mata sem deixar vestígios, mas sabemos também que os nossos policiais; além de corajosos, são tenazes e não descansarão enquanto não cumprirem a sua missão. Boa sorte a todos vocês e tenham a certeza de que, brevemente, o Lázaro estará, no mínimo, atrás das grades - afirmou.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro, que é um dos quatro filhos do presidente, publicou uma foto do assassino nas redes sociais e reforçou uma mensagem já passada pelo presidente sobre como o porte e a posse de arma de fogo poderia dar mais segurança aos brasileiros.

- Mesmo com o crime de homicídio previsto no código penal, lei do feminicídio e estatuto do desarmamento, o tal do Lázaro tentou invadir uma casa e não conseguiu. Sabe por quê? Porque o homem na casa estava armado e o botou para correr. Polícia não é guarda costas, defenda-se! - comentou, referindo-se ao caseiro de uma fazenda local que atirou no serial killer ao ver que ele tentava entrar no local.

Lázaro segue foragido, mas pode estar ferido.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários