Globo leva multa milionária por propaganda enganosa

A Rede Globo perdeu em segunda instância um processo de 2019 por fazer propaganda enganosa aos seus clientes dos canais Premiere e Premiere Play.

Em 2019, a TV da Família Marinho divulgou aos seus assinantes que transmitiria todos os jogos das séries A e B do Campeonato Brasileiro daquele ano. Porém, a emissora não havia ainda fechado acordo com o Palmeiras nem com o Athletico Paranaense. Resultado: o time paulista só começou a ser exibido na 6ª rodada e o clube do Paraná nem chegou a ser transmitido.

Frustrados, os clientes fizeram várias queixas ao Procon, que entrou com um processo contra a Globo.

A TV carioca foi condenada a pagar uma multa no valor de quase R$ 10 milhões por não ter sido transparente com os assinantes. Mas, a Rede Globo quer a nulidade da pena e acusa o Procon de usar documentos inverídicos.

O desembargador do caso negou o pedido global e manteve a condenação:

- Descabido esperar que diante da inércia da infratora, precisasse a Fundação Procon sair à busca de balanços patrimoniais para obtenção de sua real receita – 
– Em suma, fica confirmado o decreto de improcedência do pedido, mantida a higidez do auto de infração e da penalidade dele resultante, no valor de R$ R$9.990.546,49 - finalizou o magistrado.

Ainda cabe recurso.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários