TCU encurrala Moro e decide aprofundar investigações contra ele

O Tribunal de Contas da União (TCU) decidiu, na quarta-feira (16), não só manter mas também aprofundar as investigações que apuram a atuação do ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro (Podemos), na consultoria Alvarez & Marsall, cuja a quase totalidade 

da receita vem de empresas que eram réus da operação "Lava Jato"; na qual o candidato à presidente era o juiz federal.

O plenário do tribunal foi unânime em continuar a apuração em torno da conduta do ex-magistrado.

O ministro Bruno Dantas será o novo relator e os objetos de investigação serão conflito de interesses e dano aos cofres públicos.

As investigações apuram se Moro só foi contratado pela consultoria por ter acesso a informações privilegiadas e por ter conduzido os acordos de leniência que levaram empresas como a Odebrechet a entrar em recuperação judicial.

- Inclusive, pode haver algum tipo de conexão entre a matéria objeto desses processos, o que ainda precisa ser mais bem avaliado - adiantou o ministro.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários