Guedes e Campos Neto buscam um novo nome para a presidência da Petrobras

A informação é do colunista Lauro Jardim. Segundo o jornalista, um nome que é cogitado entre o ministro da Economia, Paulo Guedes, e o presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, seria o de Caio Castelliano, chefe da Secretaria Especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) tem se irritado com os sucessivos aumentos no preço dos combustíveis para o consumidor. Para tentar manter um valor fixo, ele já colocou em prática algumas possibilidades: conversou com governadores para baixar o ICMS (imposto estadual) cobrado por eles, levou uma proposta para o Congresso, zerou taxas federais e, agora, mais recentemente, até a alíquota de importação do etanol. Porém, de 2021 para o ano atual, o valor disparou e o litro chega a ser cobrado por R$ 7,00. Por isso, o Governo Federal pensa em trocar o atual presidente da Petrobras, o general Joaquim Silva e Luna.

Bolsonaro gostaria de um nome que fosse mais atuante no mercado liberal e que conseguisse conter os preços, já que o Planalto tem sido muito cobrado por vários setores da sociedade; mesmo a Petrobras sendo uma estatal independente.

- Tem certas coisas que não preciso comentar. Ele (Silva e Luna) vai ligar pra mim e falar: 'Está satisfeito com o reajuste?'. Não vai ligar. Ele sabe o que eu penso disso e o que qualquer brasileiro pensa disso. Agora, o brasileiro tem que entender que quem decide esse preço não é o presidente da República. É a Petrobras com seus diretores e os seus conselhos - lamentou o presidente.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários