Suíça pode expulsar suposta namorada de Putin do país

A ex-ginasta e atriz russa, Alina Kabaeva, de 38 anos, que é apontada como a mãe de quatro filhos de Vladmir Putin, estaria escondida no país.

A ex-atleta, que é uma das maiores medalhistas olímpicas da Rússia, está sendo ameaçada de expulsão da Suíça em virtude de uma petição organizada por uma plataforma chamada Change.org, que também quer destituí-la de todos os títulos e medalhas conquistados na carreira.

- Pela primeira vez na história moderna, seu país violou sua neutralidade; o que fez nem sequer em relação à Alemanha nazista no século 20, e aderiu às sanções contra Putin. E agora sua amante favorita com seus filhos está escondida dentro das fronteiras do seu Estado - denuncia a ONG.

Alina tem sido pressionada a convencer o "marido" a finalizar a guerra contra a Ucrânia, mas esta é uma tarefa extremamente difícil; uma vez que o assessor pessoal de Putin, Arkadi Dvorkovitsh, renunciou ao cargo, esta semana, por discordar dos rumos que o conflito levou.

- As guerras são a pior coisa que uma pessoa pode enfrentar na vida. Todas as guerras, em todo o mundo. As guerras não só ceifam vidas inestimáveis, também matam esperanças e aspirações, paralisam ou destroem relacionamentos e vínculos. Inclusive esta guerra - lamentou.
- Meus pensamentos estão com os civis ucranianos - destacou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários