Moraes mira novamente sua "artilharia" contra Daniel Silveira

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, disse que estava respondendo a uma determinação da Procurdoria-Geral da República (PGR) e impôs que o deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) usasse novamente a tornozeleira eletrônica. De acordo com o magistrado, o paralamentar estaria quebrando regras e participando de eventos públicos.

Daniel Silveira foi preso a mando do Supremo em fevereiro de 2021. Moraes não gostou de uma série de vídeos que o deputado divulgava nas redes sociais com críticas aos ministros do Supremo, considerou que o parlamentar incitava a população contra as instituições democráticas e, de lá pra cá, o congressista reveza entre a prisão domiciliar e meses no sistema penitenciário.

O deputado foi incluso no inquérito dos atos adntidemocráticos, mas tem sido condenado a uma pena sem sequer ter sido julgado pela Justiça brasileira. 

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários