VÍDEO: Houve acordo entre Câmara e STF para manter Silveira preso, denuncia deputada

A deputada federal Magda Mofatto (PL-GO), que também foi relatora do Caso Daniel Silveira na Câmara, denunciou, nesta quinta-feira (31), que havia sido feito um acordo entre a Casa e o Supremo Tribunal Federal (STF); para que o parlamentar fosse liberado em uma semana da primeira detenção a que foi submetido em fevereiro de 2021.

Por conta desse "acordo entre cavalheiros", ela, como relatora aprovou a prisão do rapaz. Mas, passado mais de um ano e Silveira continua sendo impedido de atuar no Congresso Nacional, ela resolveu denunciar a questão na imprensa e cobrar uma solução da Corte Máxima do país.

Silveira vem revezando a prisão domiciliar, o uso da tornozeleira eletrônica e a detenção no sistema carcerário há mais de ano por determinação do ministro Alexandre de Moraes, que o acusa de ameaçar as instituições democráticas e os magistrados.

O deputado nunca foi julgado.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários