Sem os tradicionais eventos esportivos, Globo amarga prejuízo milionário

Em balanço de 2021, divulgado nesta quinta-feira (31), a Rede Globo informou que perdeu - nada menos - que R$ 173 milhões em virtude dos custos dos eventos esportivos e outras atrações.

Analisando os números do ano passado com os de 2020, a TV dos Marinho alega que, além dos custos de produção, a Globo perdeu muitos direitos de transmissão nos esportes, que foram repassados aos concorrentes. E, embora a receita da empresa tenha crescido de R$ 12,3 bi para R$ 14,17 bi, ela teve que desembolsar US$ 90 milhões para pagar a Fifa em uma dívida atrasada e mais os Jogos Olímpicos de Tóquio e outras alterações no cronograma do futebol brasileiro.

A Globo perdeu os direitos de transmissão da Libertadores, Fórmula 1 e campeonatos estaduais. Assim, o débito da "Poderosa" também cresceu e foi de R$ 5,5 bi para R$ 5,8 bilhões. 

Contudo, a TV carioca finalizou o relatório dizendo que o saldo foi positivo já que a receita líquida aumentou em 15%. Com esse dinheiro, a empresa vai investir, pelo menos, R$ 6 bilhões em conteúdos este ano e tentar equilibrar a balança, que há muitos anos está "desregulada".

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários