"Não binárie" agora já consta em certidões de nascimento do Rio

A Defensoria Pública do Rio em ação conjunta com a Justiça itinerante do Tribunal de Justiça do Estado incluiu nas certidões de nascimento fluminenses o termo "não binárie" para aquelas pessoas que afirmam não se indentificar nem com o gênero feminino nem com o masculino.

Mais de 40 pessoas, que mudaram de sexo ou são não binárias, solicitaram a nova nomenclatura em suas certidões.

Após a certidão de nascimento com o termo "não binarie", transgêneros ainda têm um longo caminho pela frente; já que muitos outros documentos para serem alterados ainda precisam de decisões judiciais nesse sentido, como as carteiras de motorista e carteiras de identidade.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários