Estados Unidos impõem sanções a filhas de Putin

O Governo do presidente Joe Biden anunciou, nesta quarta-feira (6), uma sérire de medidas contra a Rússia. As filhas mais velhas do líder Vladmir Putin, Katerina Tikhonovna e Maria Putna, também estão sendo penalizadas.

O governo americano que nenhum cidadão ou empresa dos Estados Unidos pode investir na Rússia e declarou bloqueio total aos dois principais bancos russos: o Sberbank e o Alfa Bank.

Além das filhas de Putin, as sanções abrangem também a esposa do chanceler, Sergei Lavrov, o ex-premiê Dmitry Medvedev e Mikhail Mishutsin.

Diante de tantas sanções que o kremlin tem sofrido desde que invadiu a Ucrânia, em 24 de fevereiro, a Casa Branca acredita que o PIB da Rússia deve cair em 15% em 2022.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários