Excesso de arrecadação pode ser utilizado para corrigir tabela do IR, afirma Guedes

O Ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, nesta quinta-feira (7), que o Governo Federal poderá utilziar parte do excesso de arrecadação para corrigir a tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física.

- Conversamos se corrigimos a tabela do IR agora ou deixamos para primeira ação de novo governo. Não queremos usar toda a alta de arrecadação de uma vez. Vamos devolver apenas parte para não corrermos riscos fiscais - adiantou o economista, também conhecido como "super ministro".

O restante do valor arrecadado poderá ser usado para renegociar as dívidas do Simples Nacional e financiar a isenção de empresas estrangeiras que quisessem se instalar no Brasil; já que, em 2021, houve um recorde nos pedidos e 92 investidores solicitaram autorização do governo para entrar no Brasil.

- Para o próximo mandato, a prioridade é a reforma tributária no primeiro dia de trabalho - avisou Guedes.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários