Jovem é preso em motel com coronel

Um estudante de 21 anos foi preso em um motel do Distrito Federal com um coronel da Polícia Militar, neste sábado (9).

O rapaz disse que estava com Edilson Martins da Silva, de 47 anos, dentro do carro; quando o militar passou a mão em suas genitais e começou a fazer sexo oral, apontando uma arma para a cabeça do rapaz.

Em seguida, eles seguiram para a casa do PM a fim de pegar dinheiro para comprar cocaína.

No trajeto para o local e já na residência do coronel, o estudante fez fotos da placa do carro e pediu para um amigo chamar a polícia porque o PM estava o ameaçando.

Compraram drogas e seguiram para o Motel Fiesta, que fica em Taguatinga Norte. No local, o jovem assumiu que não faria sexo com o coronel e os dois deram início a uma discussão. O militar desceu as escadas da suíte e disse que ia pegar uma arma. Ao voltar para o quarto, o rapaz conseguiu pegar o revólver e prendeu o militar no quarto; saindo com o carro dele em fuga.

Na correria, ele bateu nos veículos de outros clientes e ficou preso no motel. Ele disse que disparou diversas vezes a arma para que o coronel não a pegasse dele e o matasse. O nome do estudante é mantido em sigilo.

Em depoimeno, o coronel disse que consumiu lança-perfume, mas não cocaína.

O rapaz foi preso por porte ilegal de armas e o coronel vai responder por ameaça e estupro.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários