Huck encara cúpula da Globo e não aceita perder espaço para Tiago Leifert

O apresentador Luciano Huck não está muito contente com as decisões tomadas pela cúpula da TV Globo. A emissora carioca, além de escalar Tiago Leifert como substituto de Faustão, nas tardes de domingo, até março de 2022; tirou de Huck a possibilidade de concorrer às eleições presidenciais do próximo ano.

O colunista Alessandro Lo-Bianco publicou que Luciano Huck tomou um duro golpe e estaria ressentido até com Leifert por ele ter aceitado a proposta. Segundo Huck, “substituição temporária de nove meses não pode ser chamada de substituição temporária”.

Ainda de acordo com o colunista, Huck se queixou à direção da emissora que havia prometido a ele que, com a saída definitiva de Fausto Silva, ele seria o único a substituir o apresentador.

O apresentador do “Caldeirão” argumentou à emissora, na sexta-feira (18), que o correto seria cumprir o acordo que pautou sua renovação contratual com a Globo e reivindicou a grade dominical de Fausto Silva, conforme prometido, anteriormente, pelos Executivos da Globo.

A emissora carioca respondeu às insatisfações de Luciano Huck, alegando que o nome de Leifert foi indicação de Faustão; a fim de se preservar a imagem do marido da Angélica e possíveis comparações entre ele e o antigo apresentador.

Os Executivos defenderam Tiago Leifert e esclareceram que ele não teve nenhuma intenção de pleitear a vaga e o horário. Mas, foi tão somente convocado e respeitou um chamado da empresa, não tendo assim qualquer parcela de culpa ou ingerência pela decisão de sua permanência na grade dominical até 2022.

Não satisfeito, Huck rebateu novamente a Globo elevando o tom e deixando claro mais uma vez que a opção de manter Leifert até 2022 desrespeitava o acordo e as condições impostas para sua renovação contratual, principalmente porque só teria aceitado manter o Caldeirão do Huck aos sábados até 2022 porque Fausto Silva estaria também no comando do Domingão do Faustão, também até 2022.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários