"A Simone é uma grande senadora, mas é melhor apoiar o Lula", diz Calheiros sobre eleições presidenciais

Nesta segunda-feira (13), o ex-senador Eunício Oliveira (MDB-CE) ofereceu um jantar para lideranças do centrão e de esquerda. O ex-presidente e ex-presidiário, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi um dos que compareceu ao encontro. Além do petista, Randolfe Rodrigues (Rede-AM), Renan Calheiros (MDB-AL) e Omar Aziz (PSD-AM) também estiveram presentes.

O que chamou a atenção, além, claro, desse encontro de opositores ao Governo Federal, é que vários caciques do MDB estavam juntos, apontando para o fato de que, talvez, a maioria do partido não esteja concordando em lançar a senadora Simone Tebet (MDB-MS) à presidência do Brasil, como afirmou Baleia Rossi (MDB-SP), que é líder da sigla. Pelo andar da carruagem, é possível que os parlamentares estejam fechando com o PT um apoio à chapa de Lula e Geraldo Alckmin.

Calheiros foi, inclsuive, bem enfático nesse sentido:

- Para fazer o enfrentamento do Bolsonaro, tem que ser com a candidatura do Lula. Não tem nada em segredo - disparou.

E acrescentou:

- A Simone é um grande senadora, mas é melhor apoiar o Lula - finalizou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários