Zé de Abreu deixa o Twitter e acusa STF de "censura"

O ex-ator da Rede Globo, José de Abreu, de 75 anos, abandonou o Twitter, nesta sexta-feira (15), depois de receber notificação do Supremo Tribunal Federal (STF).

O idoso acusou o Hospital Albert Einstein, um dos centros médicos de maior credibilidade do Brasil, de forjar a facada que o, então candidato à presidência, Jair Bolsonaro (PL), havia levado nas eleições de 2018. O deputado foi levado às pressas ao hospital depois de ter recebido os primeiros atendimentos na Santa Casa de Misericórdia de Juiz de Fora (MG), cidade onde a tentativa de homicídio ocorreu.

Embora Bolsonaro tenha tirado fotos da imensa cicatriz que ficou no abdomen e as equipes médicas tenham concedido entrevistas sobre o estado de saúde dele, Zé de Abreu costumava a usar o Twitter para defender a ideia de que tudo tinha sido arquitetado para ganhar as eleições, inclusive com a conivência dos hospitais e até mesmo do Estado de Israel. O Hospital Albert Einstein acionou, então, a Justiça e o caso foi parar na Suprema Corte.

O STF condenou Abreu a pagar indenização de R$ 20 mil ao hospital pelas acusações sem provas e disse que o valor seria uma forma de coibir o artista de comentar fatos inverídicos.

"Indignado", Zé de Abreu saiu do Twitter, plataforma na qual ele costumava brigar e ofender pessoas com opiniões divergentes da dele. 

- A Justiça disse que a multa fixada tinha funções ‘compensatória e inibitória’. Quer dizer, eles queriam que eu pagasse para que eu me inibisse de me manifestar. Isso é inconstitucional. A peça do Luiz Badim, meu advogado, é uma obra-prima do Direito, mas não deu certo - escreveu na rede social.
- Adeus, Twitter! Liberdade, abre as asas sobre nós. Depois do STF aceitar censura prévia sobre meus posts, com multa pecuniária 'para servir de exemplo para o futuro', contrariando a Constituição, desisti da plataforma. Foi bom enquanto durou - acrescentou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

 

Mostrar comentários