Rita Lee comemora cura do câncer e apelida tumor de "Jair"

A cantora paulista Rita Lee, de 74 anos, que, há anos, era submetida a um tratamento para combater o câncer de pulmão, comemorou a cura da doença de forma irônica. Ela comentou com a família e amigos que estava liberta do tumor chamado "Jair".

A compositora havia nomeado o câncer entre os mais íntimos, mas o filho dela, Beto Lee, ao divulgar que a mãe estava curada, mencionou nas redes sociais que a artista continua com o mesmo humor ácido que a acompanhou durante a carreira.

- A cura da minha mãe me emocionou pra caralho. Melhor notícia de todos os tempos. Manteve a cabeça erguida, com vontade de lutar e encarou tudo com seu bom humor habitual, tanto que apelidou o tumor de 'Jair. That’s Rita - escreveu o rapaz.

A "Rainha do Rock Brasileiro" tem um longo histórico de abuso de drogas e álcool. Em sua autobiografia, ela relata várias ocasiões onde usou entorpecentes como maconha e ácido lisérgico.

- Certa vez, Rita desembarcou em São Paulo com um enorme colar de miçangas ornado de pedrinhas de LSD - conta trecho do livro.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários