Em Natal, traficantes proíbem dono de restaurante de vender "quentinhas" a policiais

Os bandidos ordenaram a uma família, dona de um pequeno restaurante na Grande Natal, que não fornecesse mais refeições aos policiais e disse que, caso eles continuassem as vendas para os agentes de segurança, seriam expulsos do bairro ou pagariam com a própria vida.

Os policiais foram informados de que não poderiam mais comprar a comida no local e fizeram denúncia à imprensa.

O nome do restaurante, das pessoas envolvidas e a localização foram omitidos para não colocar em risco a vida da família; já que, em novembro de 2021, o dono de outro restaurante e a filha dele foram mortos a tiros pelo mesmo motivo. A esposa do proprietário também foi atingida pelos disparos, mas sobreviveu. Ela não deu continuidade ao negócio da família.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários