VÍDEO: "Podem expor na democracia. Mas, liberais têm restrições em países comunistas", diz Van Hattem sobre 100 anos do PCdoB

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) comemora 100 anos de existência e, para "comemorar" o aniversário, integrantes da legenda resolveram lotar o corredor da Câmara dos Deputados com várias "homenagens" aos principais líderes do regime.

O deputado Marcel van Hattem (Novo-RS) denunciou a exposição e disse que os partidários esconderam o assassinato de mais de 100 milhões de pessoas ao redor do mundo.

- A partir de hoje, esse corredor será chamado por mim de "Corredor da Morte" porque não tem nenhuma menção aos 100 milhões de mortos pelo regime comunista no mundo. Um absurdo - criticou.

O parlamentar ainda deixou uma reflexão, afirmando que, em países democráticos, comunistas têm a liberdade de se expressar. Mas, democratas não têm o mesmo benefício em lugares onde o regime ditatorial impera.

- Comunistas podem expor em países democráticos onde há liberdade de expressão. Democratas liberais não podem expor suas ideias em países comunistas em que há restrições à liberdade - destacou.

Assista:

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários