Para não caracterizar busca de votos, Guedes descarta reajustar salário de servidores em segurança

O Ministro da Economia, Paulo Guedes voltou atrás dadecisão de conceder reajuste salarial apenas aos servidores públicos em segurança.

Guedes explicou que a medida foi reavaliada porque, como o Brasil está em ano eleitoral, conceder aumento de salário a apenas uma categoria poderia caracterizar que o Governo Federal está em busca dos votos desse segmento.

Agora, o Governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) pretende reajustar o salário de todo os funcionários públicos em 5%. Mas, a Associação Nacional dos Delegados de Polícia e a Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais reclamaram da alteração e qualificaram "falta de respeito" com as categorias. Muito embora, Guedes e o presidente tenham seguido à risca o aviso de ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) de não privilegiar um único setor e, assim, ser penalizado.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários