Em SP, idosa de 93 anos é agredida dentro de casa

A polícia de São Paulo está investigado denúncia de agressão e maus-tratos contra uma idosa de 93 anos.

Quem fez a denúncia foi uma ex-cuidadora da idosa, que não aguentou mais ver o nora da aposentada humilhá-la e ofendê-la.

A profissional disse que trabalhava cuidando da idosa há algum tempo. Junto com a aposentada, moram o filho, o neto e a nora.

Ela contou à polícia que a patroa sempre maltratava a idosa e as cuidadoras que passaram pela casa e que ela, assim como as outras, pediu demissão pela forma como a mulher as tratava.

Dois dias após pedir demissão, ela relata que a ex-patroa ligou pra ela pedindo que voltasse ao trabalho. Chegando à casa, ela viu a idosa muito machucada no rosto, tirou fotos e foi à polícia.

Aos policiais, a nora disse que a sogra caiu e se machucou sozinha. Mas, a aposentada desmentiu essa versão e disse que foi empurrada por ter dificuldade para andar.

A polícia colherá o depoimento de mais oito cuidadoras até concluir o caso.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários