Que bom seria se Elon Musk se entusiasmasse e comprasse também o Facebook

Eu não tenho Twitter.

É algo que, assim como séries de TV, nunca me chamou atenção, apesar do forte apelo popular.

No dia de ontem, testemunhei a alegria incontrolável da galera, emocionada com a compra da plataforma por Elon Musk, o bilionário sulafricano.

Não deixa de ser uma ótima notícia, afinal Elon promete acabar com a ditadura do politicamente correto (que existe sim) e promover a liberdade de expressão com seu novo "brinquedo".

Exagero ou não, o fato é que diversos influenciadores do Twitter, inclusive políticos e personalidades, festejaram ontem a quantidade fora do comum de seguidores que surgiram após a notícia.

Seria uma estranha coincidência ou a turma do Twitter destravou os algoritmos pra que a galera antiprogressimo volte a crescer?

Sei bem como é isto, pois só utilizo Facebook e conheço a fundo a forma com que os tais algoritmos trabalham nesta plataforma, basta citar um exemplo simples para que vocês compreendam:

As postagens aqui na "A Toca do Lobo" têm sempre o alcance reduzido pela turma do Tio Zuk, mas ainda assim atingem uma média de MIL curtidas a cada post, com picos de até 20 mil, porém, contrariando as estatísticas e a matemática, o número de seguidores quase nunca cresce proporcionalmente.

Basta notar que há páginas com 300 mil seguidores ou mais, e que estranhamente possuem uma média abaixo de 5 curtidas, ou no máximo 10, por postagem, ou seja, há algo  de podre no reino da Feicilândia.

Sem contar as sugestões do Face, que SEMPRE se baseiam em páginas progressistas ou políticos/influenciadores da esquerda, já notaram?

Perdi a conta das "indicações" que o Face me fez de gente da canhota ou políticos como Sâmia, Randolfe ou até Lula, para eu começar a seguir.

Seria bom se Elon se entusiasmasse e comprasse também o Facebook.

Na teoria, seria lindo e eu, um véio Lobo que só usa Face, aumentaria a capacidade de visitação à Toca.

Eu tenho por costume não acreditar em bilionários, talvez porque eu não conheça nenhum que não coloque o dinheiro a frente do ser humano.

Sejamos honestos, ninguém fica bilionário sendo bonzinho.

Não vamos esquecer que Musk é um mestre nos negócios e já até, usando de sua notável  inteligência e influência, inflou artificialmente o preço dos bitcoins, por meio de declarações positivas falsas e enganosas, com um único intuito: vender as "moedas" compradas a baixo custo por um preço mais alto, ou seja, puro business, assim como eu vejo a compra do Twitter.

Claro que tô achando ótimo ver a galera da canhota toda desperadinha e brava, aliás nos EUA até a turma do Obama está massacrando o africano bilionário. Pôxa, mas como assim? Agredir e difamar um afrodescendente, logo vocês, Obaminions?

No mais, como Elon anda afim de comprar tudo na baixa, pra vender na alta, espero que antes de adquirir a CNN ou a Disney, ele compre, além do meu Celta 2004, um estoque de livros da Editora Zelig.

Texto extraído de "A Toca do Lobo" (Maurício Nunes)

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários