STF ataca de novo e dá 10 dias para Bolsonaro explicar por que concedeu indulto a deputado

Foi a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, quem deu um prazo de 10 dias para que o presidente Jair Bolsonaro (PL) explique por que motivo concedeu perdão presidencial ao deputado federal Daniel Silveira, que havia sido condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF), um dia antes, a quase 9 anos de prisão por divulgar vídeos nas redes sociais em que criticava a postura política dos ministros da Corte.

Rosa Weber, que é a relatora de uma ação iniciada pelo partido de oposição Rede Sustentabilidade questionando o indulto, alegou que Bolsonaro deve justificar as razões de ter usado da prerrogativa de presidente para conceder perdão ao parlamentar e, assim, livrá-lo de todas as condenações.

- (Tem) relevância e especial significado para a ordem social e a segurança jurídica - argumentou Weber.

Nesta segunda-feira (25), o presidente voltou a falar sobe o tema e avisou:

- Como há alguma especulação por aí, não vou entrar em detalhes. O decreto da graça e do indulto é constitucional e será cumprido - finalizou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários