Por falta de público, Lula atrasa discurso em SP

O ex-presidente e ex-presidiário Lula (PT), condenado na Operação da Polícia Federal a mais de 9 anos de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro, participava de atos da esquerda, neste domindo (1º), Dia do Trabalho, em São Paulo.

A oposição ao Governo do presidente Jair Bolsonaro (PL) acreditou que o público do evento seria grande. Por isso, o discurso dele estava agendado para as 13 horas, mas passava das 15:30 e nada. É que Lula se recusava a falar para uma plateia minguada que o aguardava na Praça Charles Miller, no Pacaembu.

Longe dali, a Avenida Paulista, onde as manifestações em favor de Bolsonaro ocorriam, as ruas estavam cheias, no mesmo estilo da maior motociata já feita no mundo, que aconteceu, recentemente, na capital paulista e cujo ícone foi o atual presidente.

Já Lula só subiu ao palco perto do horário do show de Daniela Mercury, quando o número de pessoas era maior.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários