Moraes dá 15 dias para PF emitir relatório sobre quebra do sigilo telemático de Bolsonaro

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, deu um prazo de 15 dias para que a Polícia Federal emita um relatório sobre o material colhido com a quebra do sigilo telemático do presidente Jair Bolsonaro (PL).

A determinação ocorre mesmo depois que a própria Polícia Federal concluiu em suas investigações que o presidente não tinha divulgado nenhuma informação sigilosa sobre o inquérito aberto em 2018, em que o órgão apontou ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que, nas eleições de 2018, houve ataque hacker ao sistema de votação no Brasil.

- A Polícia Federal, ao concluir a investigação encaminhou as mídias que contém o material obtido da quebra de sigilo telemático, não elaborando, entretanto, relatório específico da referida diligência, essencial para a completa análise dos elementos de prova pela Procuradoria-Geral da República - alegou Moraes.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários