Após demissão, Chico Pinheiro pensa na possibilidade de trabalhar como Uber

Depois de 32 anos trabalhando na maior emissora do Brasil, a Rede Globo, o apresentador Chico Pinheiro, de 68 anos, disse estar pensando nas possibilidades de trabalho para o futuro e não descarta trabalhar como empreendedor na área de jornalismo ou mesmo um trampo como motorista de aplicativo.

- Montar um escritório de media training para políticos e empresários ou virar motorista de carro de aplicativo - avaliou.
- Posso virar ‘Uber’. Pegar o meu carro e virar ‘Uber’ ou motorista de outro aplicativo, mas teria que ter um patrocínio, porque esse negócio da Uber de tratar motorista como empreendedor sem as condições mínimas, não dá - acrescentou.

A ideia do jornalista não seria bem transportar as pessoas para ganhar dinheiro, segundo o comunicador, o objetivo é ouvir e registar as histórias para depois contá-las em um "Diário de Bordo".

- Não dou cafezinho nem água, mas estou disposto a ouvir essas pessoas todas. Pego um no aeroporto: ‘Onde é que você vai?’ ‘Cemitério São João Batista’. Vou só ouvindo. ‘Vou fechar um negócio das arábias’, ‘Vou encontrar alguém’, aí já tem uma história de amor. Vou ouvindo tudo isso e, depois, registro no meu diário de bordo pra contar essas histórias anonimamente, sem identificar ninguém. É uma ideia - explicou.

Uma outra opção que Chico Pinheiro vislumbra seria dar aulas de media training para candidatos a cargos públicos, já que ele disse "estar a serviço da democracia" no Brasil.

- Eu não estou a serviço de candidatos, mas da democracia - destacou.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários