Sem obedecer indulto presidencial, Moraes dobra a aposta e multa Daniel Silveira em R$ 405 mil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, aplicou multa de R$ 405 mil ao deputado Daniel Silveira (PTB-RJ) em virtude de supostas determinações da Corte não cumpridas.

Sem obedecer o indulto presidencial concedido ao parlamentar que anula todas as pendências na Justiça, Moraes mandou bloquear os bens do deputado e também 25% dos vencimentos dele "até o cumprimento integral da multa aplicada".

Caso Daniel Silveira não se apresente na Administração Penitenciária do Distrito Federal em 24 horas para trocar a tornozeleira com defeito, Moraes avisou que novas multas serão impostas.

O ministro alegou que essas medidas não estão incluídas no perdão presidencial concedido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL) ao rapaz.

O advogado de defesa Paulo Faria não se manifesta à imprensa. Somente argumenta no próprio processo.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários