Moro "alfineta" Zambelli e deputada reage: "Traíra"

O ex-Ministro da Justiça, Sérgio Moro, parece que ainda não superou a saída do Governo Bolsonaro. Neste domingo (1º), ele usou as redes sociais para divulgar um vídeo em que a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP), de quem ele foi padrinho de casamento, é questionada por um jovem na Avenida Paulista, perguntando sobre a suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro (PL) na PF.

O questionamento do rapaz foi feito durante as manifestações a favor do Governo Bolsonaro na capital paulista, na data em que se comemora o Dia do Trabalho. Irônico, Moro escreveu:

- Rapaz corajoso. Dizer a verdade é um ato de coragem hoje em dia - pontuou.

Zambelli soube da postagem e rebateu Moro na mesma "pisada".

-  Eu vim aqui para responder. Para dizer o quanto você se apequenou. Daí comecei a ler os comentários, vou só repetir o que muitos já escreveram: CADÊ AS PROVAS da tal interferência? Quebraram todos os meus sigilos por sua causa: não encontraram NADA. Traíra lhe define - disparou a deputada, fazendo referência que o ex-magistrado chegou a ser padrinho de casamento dela e que saiu do Ministério brigado com quase todos que integravam o Governo.

A Polícia Federal acabou concluindo que Moro não tinha provas para acusar Bolsonaro e que tampouco houve interferência do presidente no órgão. 

Bolsonaro, aliás, afirmou diversas vezes que o ex-juiz federal o pressionava para ser indicado ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e que teria ficado descontente ao saber que um outro seria escolhido no lugar dele.

Siga o Jornal O Republicano nas redes sociais:

Facebook: O Republicano | Facebook

Twitter: @_ORepublicano

Instagram: @_ORepublicano

Mostrar comentários